Valor Divino do Humano - Jesus Urteaga Lodi

Compreendi a frialdade dessas almas quando senti no meu íntimo aquele repto que refletiam os olhos dos pagãos: “Demonstrai-nos com vossas vidas que Cristo vive!”.Valor Divino do Humano - Jesus Urteaga Lodi

sábado, 28 de maio de 2016

A FIGUEIRA AMALDIÇOADA

Lendo o texto onde Jesus amaldiçoa a figueira que não dava frutos “fora da época” (Mc 11,11-26), parece uma atitude totalmente sem lógica (como esperar frutos de uma árvore fora da época?), uma explosão de ira, ou simples vingança. Mas como entender qualquer dessas atitudes no Homem Deus?

Só pode ser entendido no contexto e lendo até o fim. Na primeira parte temos que reparar que o autor sublinha que “os discípulos o ouviam”, logo na segunda parte, ao dia seguinte, os discípulos repararam na árvore seca. Esse é o ponto aonde Jesus quer chegar para iniciar daí o ensinamento do ponto principal da sua doutrina: a .


Aquela imagem do Senhor amaldiçoando a árvore e ao dia seguinte estar seca  o cair em ouvidos desatentos.nto do Mestre nscsublinha que fica bem gravada na mente dos discípulos e será uma boa base para o ensinamento do Mestre não cair em ouvidos desatentos.

domingo, 18 de agosto de 2013

FESTA DE NOSSA SENHORA DE ABOBORIZ



PROCISSÃO DE LUZES ATÉ A CAPELA DE NOSSA SENHORA DE ABOBORIZ
CAPELA DA GAMELEIRA – CAMPO FORMOSO – BAHIA


No dia 15 de agosto, dando início às celebrações em honra a Nossa Senhora de Aboboriz, aconteceu uma procissão de luzes saindo da Matriz para a Capela da Gameleira.









foto postada por Antônio Gabriel no Panoramio



A concentração foi no átrio da Matriz onde se deu início à reza do Rosário.






A procissão seguiu pelas ruas da cidade em direção à Vila Pernambucana onde mais devotos foram se incorporando.




A imagem de Nossa Senhora ia à frente dos devotos até as ruínas da antiga Capela da Gameleira.




O povo lotou a antiga Capela.


Nossa Senhora foi homenageada com orações e cantos.


O pároco, Frei Wellington, fez uma breve explicação da origem da devoção a Nossa Senhora da Aboboriz, e convidou os presentes que já conheciam a Capela a falarem um pouco da história que viveram, e contarem sobre como era a Capela antes da destruição.



No sábado, 17 de agosto, aconteceu o encerramento da semana da família que foi comemorado com uma nova procissão até a Capela de Nossa Senhora da Aboboriz culminando com uma missa no interior das ruínas.


A Paróquia está empenhada na reconstrução da Capela de acordo com a forma original, e para tanto se convida a população que tiver fotos ou desenhos a levar à secretaria da paróquia para formar um acervo gráfico que possa ajudar aos arquitetos na reconstrução.

HISTÓRIA DA CAPELA

A Capela foi erigida em 1762 pelo padre Manoel Monteiro, grande devoto da Santa que tinha um Santuário em Amoreira, município de Óbidos, Portugal.

A Capela foi saqueada e quase destruída no século passado, hoje as ruínas deixam ver a beleza de outros tempos.